Blog Arquivar

Você sabe por que aderir à certificação digital?

A digitalização de arquivos traz inúmeros benefícios, como já discutimos aqui no blog algumas vezes. E aumenta também a importância de se desenvolver mais medidas para a segurança dos dados contidos nos documentos e para a movimentação deles na rede. Os recursos da certificação digital vão exatamente ao encontro dessas necessidades. Hoje vamos falar sobre os benefícios e mostrar o caminho para a obtenção de um certificado digital.

Muito utilizada por bancos, instituições jurídicas e órgãos do governo, a certificação digital tem ganhado bem mais espaço entre as empresas e até mesmo entre as pessoas físicas. Essa expansão se deve à necessidade de garantir a autenticidade e a confidencialidade das informações presentes nos documentos e segurança no vai e vem de arquivos.

A certificação e o certificado digital

A certificação digital é um desenvolvimento tecnológico que tem por objetivo proteger informações e garantir autenticidade do conteúdo de documentos, assim como assegurar a segurança da circulação desses arquivos. Grosso modo, é um recurso que faz com que o trânsito de documentos seja seguro em meio online e que as informações que os compõem não sejam alteradas e nem roubadas.

Com base em três parâmetros (Autenticidade, Confidencialidade e Integridade) essa tecnologia é aplicada por meio de um certificado digital. É ele que vai funcionar como um identificador, seguindo a lógica de uma assinatura digital.

Por que vale o investimento?

Além de atender aos parâmetros de segurança da informação, a certificação digital torna as transações mais rápidas, práticas e válidas juridicamente. Assim, você reduz muito o risco de fraudes eletrônicas e otimiza uma boa parte do uso dos documentos.

Com a digitalização do acervo de sua empresa e a obtenção do certificado digital é possível também diminuir e até mesmo eliminar custos referentes à utilização de documentos em papel.

Fique atento!

Ainda que em posse do certificado digital, o documento original não deve ser eliminado. Como  ele pode ter sido alterado, entre outros critérios legais, a Justiça entende que é preciso preservá-lo. Se, por exemplo, você precisar comprovar a veracidade das informações contidas na versão eletrônica, é imprescindível a apresentação do original.